Pesquisar este blog

sexta-feira, 23 de março de 2012

Instruções Para o Caso de Morte

Para quem estava com saudades, essa é mais uma pérola da nossa querida poetiza KellyMacCartney

Cortem meus braços,
Minhas pernas, cabeça,
E antes que esqueça,
Joguem os pedaços

Num saco de lixo,
Nos fundos da casa,
Numa vala rasa,
Assim como um bicho.

Dinheiro é caixão,
Lápide e flores.
Traslado, senhores,
Não tem condição.

Lá no quintal
É tudo barato.
Baratas e um rato
Formando um coral.

Pagar pra morrer?
Um pouco demais.
Lindos funerais
Para o bolso foder.

Só quero homenagem
Enquanto eu viver.
Depois que eu morrer,
Adeus! Boa viagem!


Kelly McCartney

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

O Novo

Ela de volta!
É hora de trazer novamente um pouco do mundo da K.M.

Minha alma jaz
No lodo da covardia.
Não levem-na e nem
Permitam-me fazê-lo.
Lodo verde,
Sem esperança.
Afiada lança,
Triste dança.
O epitáfio diz:
Patiu a alma
Infame, efêmera
De tão doente,
Deitou-se,
Recostou-se,
Matou-se,
Na covardia.

Kelly McCartney

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Agradecimento dos Editores

Olá, pessoal!

Foi demais trabalhar em parceria com vocês!

O blog, nesse primeiro momento, cumpriu uma etapa proposta pela FaBCI. Um super agradecimento para todos que participaram, vocês fizeram a diferença.

Aqui, eu e o Edson, tivemos a oportunidade de desenvolver atividades  como editores, foi ótimo, aprendemos muito.

Também mostramos o trabalho da nossa colega Kelly McCartney, foi significativo para nós, acreditamos que para ela também.

Aos professores que participaram das atividades, escrevendo ou comentando, muito obrigado.

Em especial: professora Tânia, você foi fantástica, valeu pelo incentivo, apoio e idéias.Professora Andréia, sem palavras, suas aulas foram excelentes.

You Rock!

Diego e Edson

segunda-feira, 30 de maio de 2011

P. M. D. (Partido Mundial do Diabo)

nOTÍCIAS DOS JORNAIS DO bRASIL

escandalos no congresso, Acusados do escândalo de Campinas estão liberados,O enriquecimento do Ministro Antonio Palocci, Pimenta Neves chega à prisão 11 anos após matar Sandra Gomide, Prisão em que Pimenta Neves cumprirá pena abriga "famosos," isso é política ou politicagem? 

A nossa poetiza Kelly também trata desses temas polêmicos.


P. M. D. (Partido Mundial do Diabo)

Soube da boca pequena, que o Senhor das Trevas, pretendia candidatar-se ao cargo de ditador mundial. Trabalhou arduamente em sua campanha até que conseguiu formular um plano de governo compatível com seus ideais enquanto ditador...

Olá, caros macacos,
Apresento-me de antemão:
Seiscentos e sessenta e seis
Meu nome é Lúcifer, o caramunhão.

No meu governo,
Pregarei o sofrimento.
Pessoas morrendo de fome,
Sem casa nem saneamento.

Como quero vocês mortos,
Não haverá hospitais.
Talvez eu até brinque
De torturas medievais.

Transporte público,
É desnecessário,
Pois não haverá trabalho,
Nem tão pouco, salário.

Entretanto haverá impostos
Para que eu possa viajar,
De Pompéia ao Saara
E sob o sol descansar.

Segurança pública
É pura mitologia,
Sendo permitida
Até a antropofagia.

Dispenso quaisquer mascotes;
Nem estrelas, nem tucanos,
Apesar de serem meus servos
Há muitos e muitos anos.

Para que isso aconteça,
Exijo o seu voto.
E se eu não o tiver,
O resultado eu saboto.

Então, eis o meu slogan:
Para morrer e sofrer,
Vote lúcifer presidente
E você vai se f...er!!

Aconteceu que, o Senhor das Trevas venceu as eleições* e agora, todos estão definhando e morrendo como o previsto em sua campanha. As pessoas dizem: “Viva Lúcifer, ditador honesto e ético”.

*Houve uma fraude nas eleições. Por ordem de Lúcifer foram assassinados Hades, Ares e Tanatos, candidatos que aspiravam ao cargo de ditador mundial.

Kelly McCartney

terça-feira, 24 de maio de 2011

Mulheres

Segundo Martha Medeiros, "Há homens que têm patroa, há homens que têm mulher e há mulheres que escolhem o que querem ser". O que seria de nós homens sem elas?

Mulher

Ser mulher é ser diferente.
É mudar de humor de repente!
Às vezes bate uma angústia danada na gente…
Outras vezes pulamos de contente!
Carregamos no ventre uma semente e quem diz que é o sexo frágil, mente!
Gerentes, presidentes ou assistentes…
Somos inteligentes.
Mas na bolsa não dispensamos o batom, o espelho e o pente!
Umas prudentes, outras irreverentes.
Na TPM ficamos super carentes.
Contrariar, nem tente!
Não tem quem nos agüente!
Vênus, Hera ou Afrodite?
Não é importante…
Tantas são as faces deste brilhante.
Mulher… Quem nos entende?

sábado, 21 de maio de 2011

"Momento Mel de Abelha"

Olá, amigos da Poética de K.M!  Este post é curto, no entanto, muito significativo. Aprecie sem moderação e sem razão.


Nuvens e sol; nuvens para caminhar, sol para esquentar. Nós caminhamos e esquentamos um ao outro...



Kelly McCartney

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Cultura de Massa

Neste post iremos apresentar alguns conceitos sobre Cultura de Massa e um pequeno vídeo orientado pela Professora Andréa C. e produzido por mim Edson Soares.


Cultura de massa  atualmente possui conceitos  amplos, abrangendo, muitas vezes, toda e qualquer manifestação de atividades ditas populares.

Do carnaval ao rock and roll, do jeans à coca-cola, das novelas da televisão às revistas em quadrinhos tudo, hoje, pode ser inserido no cômodo e amplo conceito de cultura de massa.

A massa é sempre, e necessariamente passiva. Ela não age racionalmente e por sua conta, mas se alimenta de entusiasmos e idéias

A massa é como a areia movida pelo vento. Movem-na apenas anseios: o dinheiro, a facilidade, o luxo, o prazer, o prestígio.

A inserção na massa lhe impõe que se vista como os outros, que coma como os outros, que goste do que gostam os outros

Ser, pensar, agir, estar sempre, obrigatoriamente, como os outros é amoldar
- se inexoravelmente a esse implacável
“deus” chamado “todo mundo”.

É renunciar à própria individualidade, trocando-a pelo amorfo e medíocre “eu coletivo” da multidão.

Inserir-se na massa é socializar a si mesmo.

A massa é, portanto, o povo degenerado

Para concluir, podemos simplificar dizendo que cultura de massa é tudo aquilo que está na “moda” e não a cultura que é passada para nós através de gerações, é “ir na onda”.


video


                                                                             
http://ofcbruno.wordpress.com/tag/cultura/